quinta-feira, 19 de abril de 2012

Impressões da Viagem I


Olá mes amis!!

Muito legal receber a “cobrança” de vocês sobre a viagem.

Vou tentar relatar nossa viagem à Montréal, farei posts sobre assuntos diversos.

Em primeiro lugar, devo dizer que passei a acreditar que uma viagem de exploração/reconhecimento é fundamental para quem quer emigrar. Acho que todo emigrante deve buscar ir conhecer seu destino antes de chegar de “mala e cuia”.
Foi muito bom conhecer Montréal, enfim toda a experiência, desde o fazer as malas até o retorno.

Sei que posso ter tido impressões equivocadas ou mesmo não ter conhecido o todo, por isso, peço ao pessoal do Québec que corrija as informações à medida que eu postar.

O primeiro assunto que quero abordar é o que eu mais gostei: Transporte.
Sim, eu fiquei muito impressionado, positivamente, com o sistema de transporte de Montréal, e que, com algumas especificidades, sei que é semelhante em todo o restante do país.
A primeira boa impressão é com os aeroportos, são amplos, até mesmo, imensos (o de Toronto, pelo menos), limpos, organizados e porque não, modernos.
Ônibus 747
Assim que chegamos a Montréal fomos procurar o ônibus 747, o ponto (parada, estação, etc) dele é literalmente na porta do aeroporto. Compramos o ticket (passe) de um dia em uma máquina dentro do aeroporto e embarcamos, para nossa surpresa o ônibus tem áreas próprias para as malas como vocês podem ver na foto abaixo:


Um outro detalhe que faz a diferença para quem acabou de chegar na cidade e precisa se localizar e se comunicar: o ônibus tem WiFi!!! Sim. Enquanto você vai conhecendo a cidade pode desfrutar do WiFi gratuito que o ônibus proporciona.

A pontualidade tanto dos ônibus como do metrô também é outro ponto positivo. Você pode se programar para sair de casa sincronizado com o ônibus ou metrô que, com raras exceções, ele estará lá na hora marcada.

Os pontos (paradas) dos ônibus também são pensados para conviver com o inverno, são pequenas “casinhas” para se abrigar do frio, tudo bem que não cabem muita gente, mas se você costuma pegar o ônibus em um ponto não muito frequentado, você ficará abrigado.

  
O metrô
O metrô poderia ter um post só pra ele, são tantas as diferenças a serem destacadas. Eu gostei muito do metrô de Montréal!
Cada estação do metrô tem um motivo artístico diferente, nenhuma estação é igual a outra. É verdade que são poucos os acentos em todas elas, e algumas nem acento tem, mas por outro lado, não se precisa sentar para esperar, o intervalo entre um trem e outro é curto, principalmente nos horários de pico.
Com algumas exceções, as estações são limpas, o metrô também, se bem que no fim do dia os carros estão sujos com o jornal do dia e uma ou outra sujeira, mas eu diria que no geral ambos são sempre limpos. Vejam a foto abaixo, o chão chega a refletir a luz: 


E por fim, o que eu acho que é o ponto mais importante de todo o transporte público de Montréal: o sistema de transporte público.
O usuário pode comprar o ticket para um dia, uma semana ou o mês inteiro. Dentro do prazo escolhido o usuário pode utilizar tanto ônibus como o metrô por quantas vezes quiser. Para mim isso proporcionou um senso de liberdade incrível! (como um bom mineiro, “mão-de-vaca” hehehehe) A qualquer hora você pode usar o transporte que isso não acarreta em pagar nova tarifa, você se sente até convidado a usar o transporte público. Abaixo o cartão recarregável do transporte. Este aí debaixo vale até 2016, só precisa ser recarregado conforme o período escolhido.

Há alguns outros detalhes, mas este post já está muito grande, vou parar por aqui, acho que já está bom.
Acho que o próximo post será sobre as galerias subterrâneas.

À lá prochaine mes amis!!



Estão vendo essas propagandas do Google aí em baixo??!! Se vocês puderem fazer a gentileza clicar aí ... basta clicar e fechar em seguida (se quiser) o Sr. Google diz que me dará um din-din se forem muitos cliques. :D sorrisão:D sorrisão:D sorrisão:D sorrisão:D sorrisão:D sorrisão:D sorrisão:D sorrisão:D sorrisão:D sorrisão:D sorrisão:D sorrisão:D sorrisão:D sorrisão:D sorrisão:D sorrisão:D sorrisão

10 comentários:

  1. Pode continuar a narrativa.... Parou pq????!!!
    Valeu por dividir suas impressões aqui.Nós q estamos com um pé e o outro ainda presso aqui, é ótimo ler seu relato.
    Valeu.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Tania
      Bem vinda!
      Que bom que você gostou. Em breve postarei mais.
      Aguarde!

      Excluir
  2. Respostas
    1. Obrigado pela visita Carolina, espero em breve poder postar.
      Até a próxima!

      Excluir
  3. pois é. e voce nem mencionou a melhor coisa do metro, os musicos! Na estaçao Jean Talon a ressonancia é magnifica, o som se espalha pelos corredores, é muito legal.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Puxa vida!!
      Me esqueci! Estava nos planos falar disso também!!
      Eu achei fantástico!
      Achei muito interessante, é quase que uma profissão "Músico da Estação X". Encontramos gente cantando, tocando flauta doce, Cello, teclado, guitarra ... eu fiz questão de "pagar" o show!
      Fiquei impressionado, aqui também tem os músicos de rua, mas lá pareceu diferente ... sei lá.
      Valeu pela lembrança.
      Até o próximo!

      Excluir
  4. Show de bola Cleuber. Concordo em gênero, número e grau com você quando diz que a viagem de reconhecimento é fundamental.

    Fico no aguardo da continuação...

    Abs

    Daniel

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é Daniel.
      Eu até não estava de acordo, mas a esposa não abria mão da viagem.
      Agora eu até quero voltar lá antes de mudar!
      Abraços

      Excluir